Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no nosso website. Ao navegar neste website está a concordar com a nossa política de cookies.
"Quanto tempo dura o eterno?"
Dois segundos

Eu acho que precisamos de pessoas que sejam o nosso horizonte. Que, seja como for, nos dêem o pretexto para vencermos os anos-luz que parecem separar-nos, sem darmos conta de tudo aquilo que somos nós. E que façam, por um bocadinho, com que o nosso tempo pareça ser tocado pela eternidade. Mais ou menos assim:

"-Quanto tempo dura o eterno? - perguntou o Coelho a Alice.
-Às vezes, apenas um segundo."

Um segundo. Precisamos, apenas, de um segundo para reconhecer um desejo. E de outro para que alguém o resgate, a pretexto do que quer que seja, para que ele se torne nosso. Tudo somado são dois segundos. Dois segundos será tudo o que nos separa de descobrir aquilo que é eterno. Assim sejamos capazes de reconhecer quem nos reconhece. E de aceitarmos que gostar de alguém é cuidar do seu tempo para que - por causa do perto, do muito perto - ele possa demorar uma eternidade, muitas vezes.

subscreva